Blog EspecializaTi
Carlos Ferreira Por: Carlos Ferreira Comentar

Programador Laravel, Prazer PSRs

Programador Laravel, Prazer PSRs

Normalmente evito assuntos polêmicos, e não costumo comprar discussões baratas, porque não levam a lugar nenhum. Mas, no entanto, esse é um tema que me incomoda um pouco.

Tenho uma visão um pouco mais crítica de um programador(a) em Laravel, porque acredito eu, que se uma pessoa que decide trabalhar com um Framework, no caso um de altíssimo nível como o Laravel, precisa ter um mínimo de conhecimento antes, isso na minha opinião.

Mais importante do que desenvolver é seguir pelo menos o mínimo sugerido pela comunidade, quando digo seguir o mínimo me refiro os padrões definidos. Porque assim teremos códigos mais padronizados e mais compreensíveis.

Embora estes padrões sejam muito simples, o PHP tem uma comunidade selecionada de desenvolvedores que decidem os padrões de código da linguagem. Particularmente compro a ideia porque ao termos um padrão de desenvolvimento para seguir além de ter códigos mais organizados (padronizados), a linguagem cresce com isso, porque assim cada um NÃO segue o seu próprio caminho.

 

Uma linguagem sem padrão?

Quando não tem um padrão a seguir, qualquer coisa serve, e esse é o problema, porque assim cada cria os códigos com um estilo diferente, e no final temos um verdadeiro carnaval de códigos. Normalmente um pior que o outro (pronto falei! :P).

 
 

Padrões de Desenvolvimento em PHP?

Diferente do que se pensa o PHP não é terra sem lei, muito pelo contrário, a linguagem conta com a comunidade do PHP-FIG para definir os padrões de codificação, isso ajuda a garantir uma padronização dos códigos espalhados pela internet.

Esse padrões são chamados de PSR (PHP Standards Recommendations), que nada mais são que algumas divisões para definir os padrões de estilo visual e implementação de um código. Existem hoje mais 19 PSRs, algumas são aceitas (deve seguir), outras estão em avaliação para entrar em vigor futuramente, e outras foram DEPRECATED porque foram substituídas por novas.

Embora exista esse grande número de PSRs, eu particularmente elejo 3 como primordiais e indispensável o conhecimento, são elas:

Essas 3 é mínimo necessário para prosseguir no mundo do PHP. As demais são muito particulares, e nem todo projeto será necessário aplicar. Mas, no entanto, essas três PSRs são primordiais.

 
 

O que Fazer Agora?

A ideia este artigo é introduzir esse requisito, e trazer a ciência da existência deste padrão.

Talvez você esteja se perguntando o “que fazer?”, “como aprender isso?”, não se preocupe, porque acredito que mais importante que MOSTRAR o peixe e falar dele, é ensinar como pescar.

Para a sua alegria tenho um curso 100% gratuito onde ensino sobre as PSRs do PHP (clique aqui).

 

Espero que tenha gostado, e qualquer dúvida, só deixar o comentário! 🙂

 

Abraços []’s

 
 

Carlos Ferreira

Sobre o Autor:

Carlos Ferreira

Carlos Ferreira é Analista de Sistemas Experiente, Empreendedor, Fundador da empresa EspecializaTi. Certificações: Comptia Linux +, LPI, Novell Certification.

Todos os direitos reservados © 2018 - EspecializaTi. É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo.